DEATH NOTE é falho, mas divertido e único

Longe da perfeição, a visão de Adam Wingard sobre o aclamado mangá consegue se manter divertida mesmo entre tropeços.
por Gabriel Danvers on 25 de agosto de 2017